terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Guimarães destaca protagonismo e unidade da Bancada do PT em 2013


REUNIAOBANCADA-17-12-13
Foto: Salu Parente/PT na Câmara

Ao fazer o balanço político do ano de 2013, durante reunião da bancada e na Tribuna, nesta terça-feira (17), o líder da bancada do PT na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE) ressaltou o protagonismo do colegiado petista nos trabalhos da Câmara dos Deputados neste ano e ressaltou a unidade da bancada que permitiu avanços  importantes.

“Sem a unidade que construímos, não tínhamos viabilizado a aprovação de matérias polêmicas como a medida provisória  que originou a Lei dos Portos e o Regime Diferenciado de Contratação, começando pelas obras da Copa. Um regime de contratação vitorioso, hoje até reconhecido pelos órgãos de controle”, pontuou Guimarães. De acordo com o líder, “a bancada do PT soube discutir com altivez aquilo que foi o centro do debate neste segundo semestre, a aprovação da MP do Programa Mais Médicos”.

Segundo a avaliação de José Guimarães, propostas prejudiciais aos trabalhadores e às comunidade indígenas, por exemplo, só foram barradas graças à unidade e à luta da bancada do PT. Ele se referiu ao projeto de lei (PL 4330/04) que precariza as relações de trabalho e à proposta de emenda à Constituição (PEC 215/2000) que retira do Executivo a decisão sobre a demarcação de terras indígenas.

O líder destacou ainda como ponto alto da bancada neste ano o diálogo que o colegiado construiu com o Diretório Nacional do partido e com o ex-presidente Lula.  Nesse contexto, observou a “sintonia” entre bancada-partido nas questões como a reforma política e o plebiscito.  Além disso, destacou o restabelecimento das relações com os movimentos sociais como a CUT, a CNBB e entidades da sociedade civil.

Governo - Guimarães apontou também a recomposição do diálogo entre a bancada e o Governo. “A bancada, na relação com o Governo, soube formular, propor e defender o nosso projeto”, frisou. Para ele,  a bancada do PT teve um papel “decisivo” no restabelecimento da relação do governo com a base aliada. “Soubemos dialogar com a Presidenta Dilma e com os ministros que tiveram a tarefa de estabelecer os parâmetros que nortearam nossa ação vitoriosa em 2013”, disse.

Mesa – Na reunião da bancada José Guimarães reconheceu o papel desempenhado pelo primeiro vice-presidente da Câmara, deputado André Vargas (PT-PR) e pelo quarto secretário da Mesa Diretora da Casa, deputado Biffi (PT-MS) na condução dos embates que aconteceram neste período.

Sucessão – A bancada do PT volta a se reunir em fevereiro para debater a sucessão na liderança. O encontro acontecerá no dia 3 de fevereiro, às 18h, local a definir.

Benildes Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário