segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Petrobras afasta pessimismo ao despontar como única empresa integrada que aumentou produção no semestre

plataforma petrobras 25-08-14

Contrariando ataques que vem sofrendo da mídia e da oposição e a visão pessimista de setores do mercado e da sociedade, a Petrobras surpreendeu os analistas de plantão ao despontar como a empresa integrada – que atua em toda a cadeia da exploração e produção –do setorpetrolífero que mais aumentou a produção no primeiro semestre de 2014, em relação ao mesmo período do ano anterior.

De acordo com os dados apresentados pela Petrobras na última semana, nos seis primeiros meses de 2014 a produção de petróleo e gás natural (boe) chegou a 2,566 milhões por dia. Esse número representa aumento de 0,5% em relação ao primeiro semestre do ano passado, quando, segundo a estatal, a média diária de produção foi de 2,553 milhões de boe.

O levantamento foi feito a partir da divulgação de resultados do segundo trimestre do ano por parte de dez empresas integradas que atuam na exploração e produção de petróleo e gás, no refino e na distribuição de derivados.

Já na comparação entre o segundo trimestre de 2014 e o de 2013, apenas duas empresas registraram aumento entre as dez analisadas. De acordo com a Petrobras, a produção de óleo e gás, no segundo trimestre deste ano, teve média de 2,6 milhões de barris por dia. A alta foi de 1,8% em relação ao segundo trimestre de 2013, período em que a produção atingiu 2,55 milhões de barris diários.

Para o deputado Fernando Ferro (PT-PE), o resultado revela a competência técnica e de produção da Petrobras. De acordo com o petista, o desempenho da estatal desmente o cenário pessimista que foi plantado por setores oposicionista e adotado por uma parcela imprensa brasileira. “É uma bela resposta aos pessimistas de plantão e àqueles que sonham com a privatização da Petrobras”, alfinetou Fernando Ferro.

Para ele, os dados mostram a reafirmação da competência técnica da estatal que nos últimos tempos se tornou alvo de disputa eleitoral.

“A Petrobras vem sofrendo todos os ataques de uma oposição entreguista que quer, a todo custo, dilapidar um patrimônio nacional com um único objetivo: entregar o comando da estatal para das grandes empresas petrolíferas multinacionais”, denunciou o petista.

Plataformas – De acordo com a Petrobras o aumento da produção de petróleo ocorreu com entrada em operação das plataformas P-63 (Papa-Terra), P-55 (Roncador), P-62 (Roncador) e P-58 (Parque das Baleias), e ao ramp-up (aumento de produção) nos sistemas FPSOs Cidade de Itajaí (Baúna), Cidade de Paraty (Lula Nordeste) e Cidade de São Paulo (Sapinhoá).

Em relação à produção de gás, houve aumento devido à maior produção nos campos de Mexilhão, Lula e Sapinhoá, além do início da operação do campo de Lula Nordeste. Todos os campos ficam nas bacias de Campos e Santos.

Benildes Rodrigues com informação do blog Fatos e Dados

Nenhum comentário:

Postar um comentário