segunda-feira, 6 de junho de 2016

STF reconduz diretor da EBC e confirma mais uma lambança de Governo golpista de Temer




Passou a ser prática recorrente a desmoralização do governo golpista e conspirador de Michel Temer. Desta vez, desautorização do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (2), liminarmente, reconduziu ao cargo de diretor-presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), o jornalista Ricardo Melo que, de forma arbitrária, foi exonerado do cargo, nos primeiros dias do governo golpista.

Com essa decisão, o ministro Dias Toffoli, que acatou o mandado de segurança impetrado pelo jornalista, recompôs a Lei 11.652/2008, que estabelece um mandato de quatro anos ao presidente da estatal. Toffoli decidiu "suspender o ato até decisão final do mandado de segurança, garantindo-se ao impetrante o exercício do mandato no cargo de Diretor-Presidente da EBC".

Defensores da liberdade de imprensa e expressão, parlamentares da Bancada do PT na Câmara comemoram a decisão do STF. "Perde Temer, ganha a democracia na EBC”, disse o líder da Bancada, deputado Afonso Florence (PT-BA) em sua conta no Twitter.

Para o deputado Carlos Zarattini (PT-SP), que já havia denunciado no plenário da Câmara as ações arbitrárias praticadas pelo governo golpista de Temer em relação à EBC, essa deliberação do STF “é uma grande vitória”. Ele reiterou que a decisão “desse governo interino e ilegítimo de exonerar o presidente Ricardo de Melo foi arbitrária, ilegal e inconstitucional”.

“A verdade é que esse governo golpista do Temer busca controlar e manipular a mídia pública brasileira. E isso não podemos permitir”, afirmou Zarattini que voltou a condenar o “silêncio vergonhoso da imprensa brasileira diante das arbitrariedades cometidas pelo governo contra os profissionais que atuam na EBC”.

Para o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) esta “é uma vitória importante que demonstra que o governo golpista e ilegítimo afronta e passa por cima da Constituição e das leis deste País. É uma vitória da democracia”, comemorou.

O deputado Zé Geraldo (PT-PA) disse na sua conta no Twitter que a recondução de Ricardo Melo à presidência da EBC é “mais uma derrota do governo golpista e aloprado Temer”. O petista usou a hashtag #EBCvoltaaquemdedireito em alusão à intervenção sofrida pela estatal com a nomeação de forma ilegal do amigo do Eduardo Cunha e ex-funcionário da Globo, Laerte Rímoli.

“Governo ilegítimo perde mais um. Em menos de 20 dias é a terceira baixa do governo golpista”, comentou o deputado Décio Lima (PT-SC) nas redes sociais, a derrota de Temer no STF.

Benildes Rodrigues

Foto: divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário