domingo, 7 de outubro de 2012

Pelegrino disputa 2º turno em Salvador e está confiante na vitória


nelson pellegrino
A força política do Partido dos Trabalhadores também foi constatada na cidade de Salvador (BA). Com 39,72% dos votos, o deputado Nelson Pelegrino (PT-BA), vai disputar o 2º turno com ACM Neto (DEM).  ACM liderou as pesquisas de intenção de votos até o mês de setembro, sendo alcançado pelo petista na reta final, numa impressionante reação.

O resultado eleitoral apontou uma diferença de apenas 0,45% entre os dois candidatos, com 99,98% das urnas apuradas neste domingo (7).

Pelegrino classificou a disputa de “difícil”, mas disse estar “feliz” com o resultado. “Saímos de 13% para quase 40%, com boas possibilidades de vitória no segundo turno. Fizemos uma campanha bonita, propositiva, que superou as dificuldades. Segundo turno é uma nova eleição e estamos otimistas”, disse Pelegrino.

Na campanha, Pelegrino destacou a importância da parceria entre os governos federal, liderado pela presidenta Dilma Rousseff; estadual, com o governador petista, Jaques Wagner e municipal, caso se eleja. A campanha contou com a participação do ex-presidente Lula. A presidenta Dilma deve participar da campanha no segundo turno da disputa eleitoral.

Perfil – Advogado, fundador do Partido dos Trabalhadores, Nelson Pelegrino dedicou mais de 20 anos de sua vida à defesa dos direitos humanos. Presidiu o PT da Bahia em 1992 e foi deputado estadual por dois mandatos. Na Assembleia da Bahia liderou a bancada petista, participou da CPI da Corrupção (que investigou a empreiteira OAS e suas ligações com a oligarquia comandada por ACM) e presidiu a Comissão de Direitos Humanos por sete anos (1992-1998).

Em 1999 assumiu o primeiro mandato de deputado federal e presidiu a Comissão de Direitos Humanos e Minorias em 2001. Liderou o PT em 2003, quando a bancada petista encarou o desafio de ser, pela primeira vez, a maior da Câmara e ainda ter entre seus integrantes o presidente da Casa, João Paulo Cunha (PT-SP).

Reeleito deputado federal em 2002 e 2006, Pellegrino também foi titular da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Em 2009 licenciou-se do mandato para assumir a Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos da Bahia, a convite do governador Jacques Wagner. Em sua primeira experiência administrativa, Pellegrino assumiu a pasta com a responsabilidade de combater o crime organizado e implementar uma nova concepção de segurança pública no estado. Em 2010, Pelegrino foi reeleito para o quarto mandato de deputado federal.
Benildes Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário