terça-feira, 27 de março de 2012

Frente parlamentar quer união em defesa da indústria nacional

newton lima D2Entidades representativas de trabalhadores e empresários, bem como parlamentares e representantes do governo presentes no lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Indústria Nacional, que ocorreu nesta terça-feira (27), alertaram para a desindustrialização que acontece no país. Eles foram unânimes em defender a indústria nacional como prioridade. A instituição da Frente é uma iniciativa do deputado Newton Lima (PT-SP), que também a preside.

Newton Lima revelou que dados do IBGE divulgados recentemente confirmam a preocupação manifestada pelos participantes do ato. De acordo com o IBGE, “o processo de retração da indústria de transformação na composição do Produto Interno Bruto (PIB) se agravou nas ultimas décadas, passando de 27, 6% em 1985 para 14,6% em 2011”.

De acordo com o documento, os dados apontados pelo Instituto fizeram os “alarmes soarem, mobilizando governo, empresários e trabalhadores”. Nessa mesma linha, o deputado Newton Lima destacou a preocupação do parlamento com o momento pelo qual passa a indústria brasileira.

“A Frente teve assinatura de quase 300 parlamentares. A união de esforços entre trabalhadores, empresas, governo e congresso vai permitir que se encontre mais rapidamente soluções emergenciais para esse momento grave que vive a nossa indústria”, afirmou Newton Lima.

O petista comemorou o anúncio feito pela ministra em exercício do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Heloisa Menezes, que participou do evento e assegurou que o governo da presidenta Dilma vai lançar no próximo dia 3 de abril os Conselhos Setoriais de Competitividade.
“Reconstituir as câmaras setoriais é muito importante porque, por intermédio do diálogo entre os setores que congregam a indústria, conhecendo as dificuldades e fragilidades é que vamos encontrar caminhos para enfrentar o está acontecendo no mundo”, constatou Lima.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Paulo Skaf elogiou a iniciativa. “A economia vai bem em muitas áreas. O setor que tem problema é a indústria de transformação, então, temos que focar nesse setor. Precisamos de medidas eficazes e eficientes para que os resultados mudem. É importante a iniciativa dos parlamentares em colocarem seu foco em defesa da indústria de transformação brasileira”, ressaltou.

Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Sérgio Nobre, existe uma “enxurrada” de produtos importados que entram no país e tiram emprego de milhões de brasileiros. Ele afirmou ainda que a aliança e a mobilização vão permitir avanços e possibilitar o fortalecimento da indústria nacional.
Benildes Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário