quarta-feira, 21 de março de 2012

Ministra apresenta diretrizes para 2012 e destaca projeto que contempla escolas

     
ministraanaenewtonA Comissão de Educação e Cultura ouviu nesta quarta-feira (21), a ministra da Cultura, Ana de Hollanda, que discorreu sobre os programas prioritários do ministério para este ano. Entre os programas apresentados, Ana de Hollanda destacou o projeto Mais Cultura/Mais Educação que disporá de R$ 142 milhões para investir em projetos culturais que atenda alunos da educação básica.
O projeto estima o atendimento de dois milhões de alunos em oito mil escolas.
Ana de Hollanda acrescentou que o PAC das Cidades Históricas deve receber cerca de R$ 100 milhões e vai desenvolver ações de preservação em 125 cidades. Ela destacou também a construção de praças culturais e esportivas que terão investimentos de R$ 345 milhões. Estão previstos, segundo a ministra, R$ 169 milhões para o projeto espaços Mais Cultura que vai abranger bibliotecas, usinas e pontos de cultura.
A ministra elogiou a iniciativa dos parlamentares que destinaram emendas do Orçamento para atender o setor. Segundo Ana de Hollanda, as áreas beneficiadas no ano passado com as emendas foram museus, livros e bibliotecas. Ela disse que esses setores continuarão a ter prioridade neste ano.
O presidente da Comissão de Educação e Cultura, deputado Newton Lima (PT-SP) disse que todos que militam na causa da cultura estão felizes com os resultados que estão sendo alcançados. Newton Lima analisou, por outro lado, que o programa Mais Cultura/Mais Educação será o grande desafio do MinC. Esse desafio, explicou, se dá a partir do anúncio feito pela presidenta Dilma e pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante da ampliação da educação integral com a construção de 60 mil escolas públicas em todo o país.
“Essa meta estabelecida pelo governo significa mais trabalho para o Ministério da Cultura porque uma das atividades fundamentais do duplo período são as atividades culturais que atendam nossas crianças do ensino fundamental”, disse Lima.
Em relação ao programa Ponto de Cultura, o petista classificou de “elemento vital e estruturante” para a construção da cidadania no país.
A deputada Fátima Bezerra (PT-RN) usou a tribuna da Câmara para destacar o relatório apresentado pela Ministra da Cultura à comissão de Educação da Câmara. Para ela, o diálogo estabelecido entre o ministério e a comissão “reafirma e consolida” essa parceria.

Benildes Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário