segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Petistas elogiam desoneração de tarifa de energia; medida será oficializada nesta terça

       



jilmarferrozaratinimarronijaneteA presidenta Dilma Rousseff oficializa nesta terça-feira (11) o pacote de desoneração na tarifa de energia elétrica. O anúncio da redução foi feito em rede nacional, na véspera do Dia da Independência do país ,7 de setembro. Para os consumidores domésticos a redução média será de 16,2%. Já o setor produtivo terá um decréscimo que pode chegar a 28%. A solenidade acontece às 11h, no salão nobre do Palácio do Planalto.

O líder da bancada do PT, deputado Jilmar Tatto (PT-SP), e os integrantes da Comissão de Minas e Energia da Câmara, deputados Fernando Ferro (PT-PE) e Carlos Zarattini (PT-SP) destacaram a importância da medida que, na avaliação deles, vai proporcionar competitividade ao setor produtivo e beneficiar a população.

“Foi uma medida acertada e importante. Desonerar a tarifa de energia elétrica traz benefícios para a área produtiva que ficará mais competitiva. Além disso, a redução beneficia os consumidores brasileiros que ao economizarem na tarifa de energia podem injetar essa economia no mercado e, dessa forma, contribuir com o aquecimento da atividade econômica do país”, avaliou Jilmar Tatto.
 
O deputado Fernando Ferro lembrou o alto custo da energia brasileira e, segundo ele, esse quadro se complicou com o modelo de privatização adotado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. De acordo com o deputado, no momento de privatização do sistema, a distribuição da energia do país ficou concentrada nas mãos do setor privado.

“Nós temos em uma ponta a energia gerada mais barata do mundo e, na outra ponta, quando chega ao consumidor, a energia é a mais cara do mundo. A presidenta Dilma já havia falado que era hora de promover uma redução nas tarifas. A desoneração contribui com a competitividade do país, proporciona preço justo e contribui com a justiça social”, destacou Ferro.

 Já na avaliação do deputado Carlos Zarattini, as medidas anunciadas vão apresentar um “alívio” na vida dos consumidores. Para ele, a conta de luz acaba pesando no bolso do consumidor e a redução da tarifa vai permitir que a população de baixa renda adquira poder de compra. “Isso movimenta e aquece a economia”.

Para Zarattini a indústria terá uma redução no custo de produção. “Isso é importante por que vai baratear o produto brasileiro em comparação com os produtos feitos em outros países. Os nossos produtos estarão mais competitivos, tanto no mercado interno quanto no externo. É uma medida de grande impacto no consumo dos brasileiros”, avaliou.

Tribuna – Os deputados petistas Fernando Marroni (RS) e Janete Rocha Pietá (SP) também elogiaram as medidas anunciadas pelo governo Dilma. De acordo com Marroni, a redução irá ajudar as famílias de baixa renda, que poderão poupar mais. Ainda segundo o deputado, o percentual de redução aplicada para as indústrias irá aumentar a competitividade.

A deputada Janete Pietá parabenizou a iniciativa do governo. Para ela, a redução irá interferir na economia de um modo geral. “A diminuição na conta de luz fará com que as pessoas economizem e comprem mais. Teremos um ciclo virtuoso que será bom para o consumidor e para as empresas que venderão mais”, disse a deputada.

Benildes Rodrigues com André Lage
Texto publicado originalmente no PT na Câmara

Nenhum comentário:

Postar um comentário