quarta-feira, 6 de junho de 2012

Petistas elogiam aumento de vagas em cursos de medicina; baianos comemoram

O ministro da Educação, Aloisio Mercadante, anunciou na terça-feira (5) a criação de 2.415 vagas para o curso de medicina em universidades públicas e particulares do país. O crescimento representa 15% das vagas existentes. Dessas, a região Nordeste terá 775 vagas. O Norte, 310, o Centro-Oeste, 270, o Sudeste, 220 a região Sul contará com 40 vagas.

“Com alegria recebi a notícia do Ministério da Educação. Isso significa que Barreiras  vai ter 80 vagas; a Universidade do Sul e Extremo Sul da Bahia terá 80 vagas; Paulo Afonso, 40 vagas; Santo Antônio de Jejus, 60 vagas; UNIFACS, 100 vagas. É um grande incentivo à participação da juventude e oportunidade para o povo da Bahia”, comemorou Valmir Assunção

O deputado Luiz Alberto agradeceu ao ministro Aloizio Mercadante e parabenizou o governador Jaques Wagner e o secretário Jorge Solla pela implantação das vagas no curso de medicina na Bahia.

“Nós podemos dizer à população daquela região que vamos implantar o curso de medicina na mais nova universidade da Bahia, a Universidade Federal do Recôncavo, que vai atender a uma região extremamente importante”. Segundo o parlamentar, essa universidade é a “cara e a identidade da Bahia”, ressaltou Luiz Alberto.

O deputado Amauri Teixeira acrescentou que tanto o estado baiano quanto o Nordeste brasileiro são carentes de profissionais de medicina e o aumento de vagas para essa área representa progresso para a região. “É uma grande conquista. Dobramos o número de vagas de medicina no nosso estado. Hoje estou eufórico porque é um dia importante para a Bahia, é um dia importante para o Brasil. É um dia importante para a saúde pública deste País”, disse Amauri.
Benildes Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário