sexta-feira, 1 de junho de 2012

Silêncio de Demóstenes pode levar à cassação, diz Odair Cunha



“Ele teve oportunidade de explicar as diversas contradições evidenciadas no depoimento que fez ao Conselho de Ética do Senado. Nós entendemos que essas contradições precisam ser esclarecidas. O silêncio do senador Demóstenes não é o silêncio dos inocentes. Com isso, ele pode ter assinado, hoje, a própria cassação”, constatou Odair Cunha.

O relator disse ainda, que a negativa do depoente não vai atrapalhar os trabalhos da comissão. Odair informou que as investigações terão como base as quebras de sigilos e os futuros depoimentos, já aprovados pela comissão. Ele disse também que as pessoas que irão depor na CPMI, na condição de testemunhas, são obrigadas a dizer a verdade, sob pena de serem responsabilizadas criminalmente.

Em relação aos debates acalorados que aconteceram na reunião, o relator ponderou sobre a adoção da prática da “boa civilidade”. “Queremos que as pessoas sejam respeitadas, evidentemente. Esse tipo de circo que muitas vezes acontece no plenário da CPMI não contribui”, avaliou o relator.

Governadores - A comissão definiu as datas para os depoimentos dos governadores. O governador de Goiás, Marconi Perillo depõe no próximo dia 12 de junho. Já o depoimento do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, foi marcado para o dia 13 de junho.
Benildes Rodrigues
publicado originalmente no site PT na Câmara

Nenhum comentário:

Postar um comentário