terça-feira, 22 de maio de 2012

STF indefere liminar e Cachoeira depõe nesta terça-feira




Com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, em indeferir nesta segunda-feira (21), a liminar para suspender o depoimento de Carlos Cachoeira à CPI Mista que apura as relações do contraventor com agentes públicos e privados, o aguardado depoimento do líder da organização criminosa está mantido para esta terça-feira.

 A defesa do contraventor entrou na semana passada com um novo pedido junto ao STF para a manutenção da liminar concedida anteriormente pelo ministro, alegando não ter tido tempo suficiente para examinar os autos do processo. No entanto, os registros de presença da comissão, disponibilizados aos jornalistas, mostram que os advogados de Cachoeira só estiveram  na sala onde fica o cofre secreto da CPMI na terça-feira (15) à noite e em algumas horas na quarta-feira (16) durante o dia.

Com a negativa do STF, integrantes da CPMI trabalham com a hipótese de o contraventor ficar calado. Nesse caso, o relator da comissão deputado Odair Cunha (PT-MG) adiantou que o colegiado utilizará dos recursos de que dispõe para apurar os crimes cometidos pelo contraventor Carlos Cachoeira e suas ramificações.
“Esperamos que ele contribua fornecendo as informações necessárias às investigações.  Vamos fazer todas as perguntas que considerarmos pertinentes, se ele não falar, teremos outros instrumentos para investigar, como  a quebra de sigilo e outras oitivas que podem contribuir com as investigações”, afirmou Odair Cunha.
A reunião acontece às 14h, na sala 2 da ala Senador Nilo Coelho
Benildes Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário